Enercom

Login
Home » Enercom » Energia
A+ R A-
Energia

Energia (17)


Tags

 

newyorkreflections

Logotipo SCE

fee

Medidas passíveis de

 aplicação em concurso

 

simulacao dinamica rsece

O Projecto de certificação energética RECS ou RSECE compreeende duas fases: visita prévia e auditoria. Com a execução de cada fase é emitido um relatório que demonstra os resultados obtidos e a respectiva justificação. Os relatórios são igualmente uma ferramenta de consulta que demonstra os impactos com a implementação das medidas de melhoria. Os Certificados são emitidos por um Perito Qualificado do SCE.

 

 

 

Na produção de um projecto de certificação energética a equipa da Enercom desenvolve os seguintes trabalhos:

- Execução de Simulação Dinâmica detalhada, para determinação do consumo nominal de energia com base nos perfis reais e comparação com a referência regulamentar;

- Qualidade do Ar Interior: avaliação da Qualidade do Ar Interior (QAI) por verificação das concentrações médias e máximas de Dióxido de Carbono:

-        Verificação de que os sistemas são mantidos em condições de higiene que garantam a QAI (p.e. afastamentos entre as condutas de admissão de ar novo e exaustão de ar viciado, filtragem adequada...)

-        Manutenção: avaliação dos procedimentos de Operação, Gestão e Execução da Manutenção de acordo com o RSECE, tendo por base os seguintes serviços:

-   Verificação da existência de um Plano de Manutenção Preventiva e correcta execução;

-  Verificação da acessibilidade aos equipamentos e às portas de visita para inspecção e visita de condutas;

 -   Verificação da execução das operações de manutenção, por parte de técnicos credenciados e integrados em empresa com alvará emitido;

 -   Verificação da realização das inspecções periódicas.

 

 Contacte-nos para saber mais sobre certificação energética RECS ou RCESE para edifícios e serviços e obter um orçamento. 

 

 

 

Portofolio de serviços Enercom na área de energia:

EFICIENCIA ENERGETICA

Portofolio de eficiência Energética

energy audit diagnostics

Auditorias Energéticas

logo SGCIE 

SGCIE - Sistema Gestão Consumos

Intensivos de Energia, Indústria

simulacao dinamica 14

Simulação Dinâmica de Edifícios

 

 Contacte-nos para saber mais sobre certificação energética pra edifícios e serviços e obter um orçamento.


Published in Energia
Read more...

Gestão da Energia - ISO 50001 / EN 16001 Eficiência energéticaISO 50001

Energia, eficiência, ISO 50001, EN 16001, sistemas de gestão energética

 

 

A ISO 50001 é uma norma voluntária desenvolvida pela ISO (International Organization for Standardisation) e estabelece os requisitos de sistemas de gestão energética (EnMS). A ISO estima que esta norma pode influenciar até 60% do consumo mundial de energia.

 

 

 A ISO 50001 é importante para a sua organização porque estabelece o enquadramento para a promoção das melhores práticas de gestão energética e reforça os comportamentos de poupança energética. A  norma contém também linhas de orientação em benchmarking, medição, documentação e relatório de reduções planeadas de gases de efeito de estufa (GEE).

A ISO 50001 pode também ajudar na avaliação e implementação de novas tecnologias mais energeticamente eficientes e conseguir os seguintes benefícios:
•  aumento da eficiência energética;
•  redução de custos;
•  melhoria do desempenho ambiental;
•  aumento da segurança energética.

A Enercom, com base na metodologia do Instituto Português da Qualidade, é o parceiro ideal para conceder a certificação ISO 50001 à sua empresa permitindo assim o aumento do seu desempenho energético.

 

Contacte-nos para implementar o seu plano com vista à obtenção da certificação ISO 50001.

 

 

 

Portofolio de serviços Enercom na área de energia:

EFICIENCIA ENERGETICA

Portofolio de eficiência Energética

Logotipo SCE 

RSECE RECS- Certificação Energética Grandes Edifícios

logo SGCIE 

SGCIE - Sistema Gestão Consumos Intensivos de Energia, Indústria

 



Published in Energia
Read more...

 

banner contratos2


Investir renegociação de contratos de energia permite obter os melhores preços que o mercado pode oferecer.

 

A Enercom é o seu parceiro para análise de tarifários, potências e consumos de energia eléctrica incluíndo energia reactiva para a optimização dos contratos com o abastecimento de energia eléctrica às diversas instalações adstritas à empresa. Dispomos de um leque de ferramentas que permitirão contribuir para reduzir os custos com Energia.

 

Existem vários operadores no mercado nacional: EDP comercial, EGL, Audax, Iberdrola, Endesa, GALP Energia entre outros. Fale connosco para o ajudar-mos a escolher a opção mais competitiva.

 

Desde 4 de Setembro de 2006, todos os consumidores de electricidade podem escolher o seu comercializador no mercado liberalizado de electricidade:

O processo de Liberalização

O Decreto-Lei n.º 75/2012 estabelece o regime de extinção das tarifas reguladas de venda de electricidade a clientes finais em baixa tensão normal (BTN - potência contratada inferior ou igual a 41,4 kVA), no território continental, concluindo o processo iniciado pelo Decreto-Lei n.º 104/2010, que determinou a extinção das tarifas reguladas para os clientes com consumos em muito alta tensão (MTA), alta tensão (AT), média tensão (MT) e baixa tensão especial (BTE).

A 1.ª fase de extinção das tarifas reguladas de venda de electricidade aos clientes em BTN começou a 1 de julho de 2012 para os consumidores com uma potência contratada igual ou superior a 10,35 kVA, data a partir da qual este segmento de clientes só pode contratar o seu fornecimento de electricidade com um comercializador em regime de mercado. Os consumidores que ainda se encontrem a ser abastecidos por um comercializador de último recurso devem proceder à mudança para um comercializador em regime de mercado até 31 de Dezembro de 2014 e os que sejam fornecidos por um comercializador em regime de mercado não podem voltar a celebrar contrato com um comercializador de último recurso. A partir do dia 1 de julho de 2012, aos clientes que  mantenham os seus contratos de fornecimento de eletricidade com um comercializador de último recurso será aplicada uma tarifa de venda transitória, fixada pela ERSE.

A 2.ª fase de extinção das tarifas reguladas de venda de electricidade a clientes em BTN com uma potência contratada inferior a 10,35 kVA tem início a 1 de janeiro de 2013, devendo terminar até 31 de dezembro de 2015 a aplicação de tarifas de venda transitórias, fixadas pela ERSE, aos clientes que mantenham o seu fornecimento de electricidade através de um comercializador de último recurso. Os clientes finais, definidos pela lei (Decreto-Lei n.º 138-A/2010) como economicamente vulneráveis podem continuar a optar entre um comercializador em regime de mercado e um comercializador de último recurso para o seu fornecimento de electricidade, neste último caso com tarifas aprovadas pela ERSE.

Para os clientes de electricidade com consumos em MAT, AT, MT e BTE está previsto que o período transitório terminou a 31 de dezembro de 2012.

 

 

Contacte-nos e poderemos ajudá-lo a reduzir os seus custos com Energia.


Portofolio de serviços Enercom na área de energia:

EFICIENCIA ENERGETICA

Portofolio de eficiência Energética

Logotipo SCE 

RSECE RECS- Certificação Energética Grandes Edifícios

logo SGCIE 

SGCIE - Sistema Gestão Consumos Intensivos de Energia, Indústria




 


Published in Energia
Read more...

Login