Enercom

Login
Home » Notícias » Eficiência Energética » Manutenção do carro híbrido é três vezes mais cara do que a do elétrico
A+ R A-

Manutenção do carro híbrido é três vezes mais cara do que a do elétrico

Enviar por E-mail Versão para impressão
Manutenção do carro híbrido é três vezes mais cara do que a do elétrico 26-07-2013

A partir do sexto ano de uso, quando esses carros começam a necessitar de revisões mais periódicas, um carro elétrico requer 1156 euros anuais de manutenção, um valor que sobe para os 3200 euros no caso de se tratar de um híbrido, segundo dados divulgados no relatório “Veículo e economia, dependendo do motor”, recentemente publicado pela auditora Audatex.

O documento mostra também que a manutenção preventiva e corretiva dos motores dos veículos híbridos excede em 1162 euros a manutenção de um carro a gasolina, avaliada em cerca de 2038 euros por ano.

Este resultado foi obtido ao somar o custo aproximado das revisões de carros a gasolina ao gasto empregue nas reparações dos automóveis elétricos, já que os híbridos utilizam ambas as tecnologias.

De acordo com o relatório, a diferença de valores explica-se com o facto de um elétrico não necessitar de intervenções de rotina, como a substituição do óleo ou do filtro de ar.

A revisão periódica dos carros elétricos acontece a cada 5000 horas de uso, o que equivale a uma média de 50000 quilómetros percorridos por um veículo de combustão tradicional.

Outra das poupanças referida no documento tem que ver com os pneus, que para os automóveis hídricos são duas vezes mais caros do que para os elétricos.

Enquanto os carros híbridos combinam um motor elétrico com um de combustíveis fósseis, de modo a aproveitar as vantagens dos dois, os veículos eléctricos dependem unicamente da energia elétrica. Apesar de produzirem menos gases com efeito de estufa, estes últimos são mais problemáticos em termos de carregamento (podem demorar mais de oito horas a carregar) e de autonomia.


EE / El Economista

Login