Cientistas criam baterias de lítio do tamanho de um grau de areia

Versão para impressão
Cientistas criam baterias de lítio do tamanho de um grau de areia 20-07-2013

Cientistas da Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, criaram baterias funcionais de iões de lítio impressas em 3D do tamanho de um grão de areia.

Este avanço representa uma nova oportunidade de eficiência para os dispositivos eletrónicos de pequenas dimensões.

Os anódios e elétrodos destas baterias são feitos a partir de dois tipos de tinta eletroquimicamente ativa, extraídos através de um bocal de impressora mais estreita do que um fio de cabelo humano, explica uma notícia do Green Savers.

A tinta utilizada para criar os anódios contém nano partículas de um composto de lítio de óxido de metal, enquanto na tinta utilizada nos cátodos estão presentes nano partículas de outro composto.

Ambos os componentes são construídos através da rápida aplicação de camadas sucessivas da tinta sobre uma superfície em forma de pente. Os anódios e cátodos ficam dispostos face a face e os seus elétrodos (os dentes dos dois pentes) são entrelaçados uns nos outros. Esse conjunto é então fechado dentro de uma pequena caixa, onde é adicionada uma solução de eletrólito. O resultado é, por fim, uma micro bateria funcional.

Depois de estas baterias terem sido testadas, determinou-se que “o desempenho eletroquímico é comparável às baterias comerciais, em termos da taxa de carga e descarga, ciclo de vida e densidades de energia”, revela o Gizmag.

As baterias de película fina já tinham sido anteriormente usadas para alimentar alguns pequenos dispositivos, mas o seu desempenho não era tão bom quanto seria desejável.


EE / Green Savers

Tags