Enercom

Login
Home » Notícias » Eficiência Energética » Greenfest no Estoril para defender economia de partilha
A+ R A-

Greenfest no Estoril para defender economia de partilha

Enviar por E-mail Versão para impressão
Greenfest no Estoril para defender economia de partilha 03-10-2013

O Greenfest volta ao Estoril, a partir de quinta-feira, para promover a sustentabilidade e defender a economia de partilha, uma forma de chegar à eficiência e à poupança dos recursos naturais.

Durante quatro dias, o Greenfest apresenta várias iniciativas, entre conferências, orkshops, seminários, tertúlias, mostras, teatro ou música para todas as idades, principalmente famílias, empresas, autarquias, associações, com acessos grátis.

"Este ano destacamos o facto de ser o Ano Internacional da Água, a cidadania europeia ativa, a arquitetura portuguesa, mas o grande tema da 6.ª edição é a economia da partilha, uma economia colaborativa, conceito que cada vez fará mais parte do nosso vocabulário, da gestão e social", disse esta terça-feira o mentor do festival Pedro Norton de Matos.

Os jovens são um grupo que recebe atenção especial dos organizadores do Greenfest e há conteúdos específicos para universitários e escolas secundárias.

Várias ações de sensibilização dos visitantes centram-se na constatação de que, se dois terços do planeta são água e cerca de dois terços da população mundial não têm acesso a água potável.

Um exemplo é o lançamento do concurso "Pensar a Água" com o objetivo de encontrar ideias a transformar em soluções para diminuir o desperdício de água, que resultou de uma parceria com a Accenture, a EDP e a Fundação Calouste Gulbenkian e se destina a dois grupos: alunos do ensino secundário e estudantes do ensino superior ou empresas.

O Greenfest é uma oportunidade de fazer um alerta. "É um grande desafio para uma gestão melhor dos recursos e a economia da partilha tem associado o componente da eficiência e da poupança", segundo Pedro Norton de Matos.

"Partilhando meios e recursos faremos uma melhor utilização dos recursos do planeta, seja energia, água ou bens materiais. A partilha traduz-se numa melhor eficiência económica", resumiu.

Entre os parceiros e colaboradores do festival estão entidades e empresas que, realçou, têm cada vez mais políticas de sustentabilidade até porque o consumidor está cada vez mais bem informado e exige que os produtos, serviços e marcas sejam congruentes com uma política de sustentabilidade, em termos de ambiente e sociais.

Um dos debates do Greenfest tem como tema "Planeta saudável: a herança para o futuro” e vai refletir sobre as alterações climáticas, o desperdício de água e a eficiência energética.

Este ano, o Greenfest vai ter uma mini quinta pedagógica biológica, com as suas atividades características para apresentar aos mais novos, da criação de uma sementeira, à rega, passando pelas hortas e pela construção de um vulcão de água.


EE / Notícias ao Minuto

Login