Enercom

Login
Home » Notícias » Eficiência Energética » Three Gorges contesta aplicação de taxa aos produtores de energia
A+ R A-

Three Gorges contesta aplicação de taxa aos produtores de energia

Enviar por E-mail Versão para impressão
Three Gorges contesta aplicação de taxa aos produtores de energia 08-10-2013

O grupo China Three Gorges, que detém cerca de 21 por cento do capital da EDP, enviou uma carta a Paulo Portas para contestar a aplicação de uma taxa aos produtores de energia.

A medida está inscrita na proposta de Orçamento de Estado para o próximo ano e foi anunciada a semana passada pelo vice primeiro-ministro.

Na visão da China Three Gorges, citada no site da TSF, a aplicação desta taxa altera os pressupostos da operação de privatização da EDP e fere os termos em que foi estabelecido o contrato para a compra de 21,35 por cento do capital da empresa.

Na carta, enviada a Paulo Portas, os investidores chineses alertam que esta alteração nos pressupostos da operação vai interferir com os resultados e com o valor da EDP e, por isso, vai colocar em causa os compromissos assumidos pelo grupo na privatização.

A China Three Gorges alega ainda que ficou surpreendida com a decisão do Governo português de impor uma taxa no valor total de 100 milhões de euros a todos os produtores de energia, uma vez que não houve qualquer contacto prévio entre as autoridades portuguesas e o grupo.

Para além dos chineses da China Three Gorges, também a Endesa , na semana passada, contestou a intenção do Governo, garantindo que, se a medida for aplicada, a empresa faria repercutir o peso da mesma no consumidor final.


EE / TSF

Login