Enercom

Login
Home » Notícias » Eficiência Energética » Governo: Consumo de energia deve ser reduzido em 30% até 2020
A+ R A-

Governo: Consumo de energia deve ser reduzido em 30% até 2020

Enviar por E-mail Versão para impressão
Governo: Consumo de energia deve ser reduzido em 30% até 2020 02-12-2013

O secretário de Estado da Energia defendeu, na semana passada, que é preciso dar a conhecer, às famílias e empresas, os diferentes sistemas de poupança de energia, para que o país reduza o consumo em 30% até 2020.

"Temos de dar a conhecer aos interessados a existência destas possibilidades de poupar energia, como reformar os edifícios, instalar determinados equipamentos, mudar determinadas fontes de consumo, e, com isso, poupar na fatura", disse Artur Trindade, salientando o empenhamento do executivo numa política energética sustentável.

"Sem informação, algumas pessoas não tomam essas decisões que poderiam tomar se tivesse conhecimento que existem determinados sistemas", frisou, acrescentando que as agências regionais de energia têm um papel fundamental na divulgação das soluções existentes junto das famílias e das empresas.

Artur Trindade falava depois de participar na cerimónia de abertura do seminário "Energia para a sustentabilidade local: apoios e desafios para o período 2014-2020", no Cineteatro São João, em Palmela.

Perante duas centenas de participantes - autarcas, responsáveis das agências regionais de energia e representantes de outras entidades -, o governante frisou que a "eficiência energética é uma prioridade do Governo".

Artur Trindade lembrou que o Governo se propõe aumentar a eficiência energética em 30 por cento, de acordo com os compromissos assumidos com a Comissão Europeia.

"Há algumas falhas no mercado, que se mostra mais disponível para financiar um grande investimento para a produção de energia do que para um investimento fracionado em várias ações, nas PME (Pequenas e Médias Empresa), nas habitações, e que produzem até um efeito superior", disse.

"Nos edifícios, nos transportes, nos equipamentos que utilizam energia, se reformarmos e investirmos aí, vamos poupar muita energia e vamos ter retorno. Mas, para isso, é preciso dinheiro e o Governo está a apostar em dar um apoio na parte do financiamento bem como nas empresas de serviços de energia", acrescentou.


EE / Notícias ao Minuto

Login